Portal do Governo Brasileiro
Página InicialNotícias → Estudantes lotam auditório do Sest/Senat e participam de Audiência Pública em defesa dos “Royalties do Petróleo para a Educação”

Estudantes lotam auditório do Sest/Senat e participam de Audiência Pública em defesa dos “Royalties do Petróleo para a Educação”

Ocorreu na manhã desta sexta-feira (5), no auditório do Sest/Senat, a Audiência Pública convocada pelo vereador e professor do IF Sertão-PE, José Batista da Gama, para debater a destinação dos recursos provenientes dos “Royalties do Petróleo para a Educação”. O evento contou com as presenças do reitor Rildo Diniz, do vice reitor da Univasf, professor Télio Leite, do diretor do campus Petrolina da UPE, Moisés Almeida, dos deputados federais Fernando Filho e Gonzaga Patriota, da presidente da União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco em Petrolina, Sâmara Oliveira, além de vereadores, estudantes, líderes comunitários e membros da sociedade civil organizada.

Lara Bianca, aluna do 4º ano de Química do campus Petrolina, defendeu suas idéias diante dos estudantes e lideranças políticas que lotaram o auditório do Ses/Senat.

A imprensa deu ampla cobertura à iniciativa. Os componentes da mesa puderam debater o tema e ouvir os questionamento e propostas dos estudantes e demais presentes. Chamou a atenção a voz ativa das alunas, que se pronunciaram mais do que os alunos. A líder estudantil Sâmara Oliveira defendeu o aprofundamento do debate em prol da qualidade da educação: “É papel de cada um que está aqui lutar pela educação pública de qualidade, e isso passa não apenas pelos políticos mas também, e principalmente, por nós estudantes” sentenciou.

Vereador e professor do IF Sertão-PE, José Batista da Gama foi procurado pela imprensa para explicar porque defende os "Royalties do Petróleo para a Educação".

Além da líder estudantil, outras estudantes também opinaram. Foi o caso da aluna Emanuela Costa, que cursa Edificações do campus Petrolina do IF Sertão-PE. Ela cobrou atitude dos políticos e estudantes e afirmou que cada um deve ter consciência de suas ações: “Qual é a educação que vocês querem?”, questionou a jovem, chamando todos à reflexão. Já a estudante Lara Bianca, aluna do 4º ano de Química do campus Petrolina, propôs uma maior integração de forças para melhoria da educação no Brasil e aproveitou para citar o exemplo de outros países: “A argentina é alvo de brincadeiras por parte dos brasileiros, mas eles investem muito mais em educação do que o Brasil”,   alfinetou.

Lideranças acadêmicas, políticas e estudantis de Petrolina foram unânimes em defender mais recursos para a educação.

No final, ficou acertado o compromisso das lideranças políticas em defesa dos recursos provenientes dos royalties para a educação. O reitor Rildo Diniz prometeu dar continuidade às reuniões com os vereadores e prefeitos de outras cidades do sertão de Pernambuco para que sejam agendadas novas audiências no interior. A próxima Audiência Pública para debater o tema será realizada no dia 15 de abril em Juazeiro, no vizinho estado da Bahia.

Quem ainda não assinou a petição pública em favor da defesa dos royalties para a educação pode acessar clicando AQUI.

 

Por: Ricardo Brandão
Assessoria de Comunicação

 
A Rede
Agenda / Eventos
<<  Out 2020  >>
 D  S  T  Q  Q  S  S 
      1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Quem está online
Nós temos 14 visitantes online

.:: ACESSO RÁPIDO

Portal Siapenet Transparência Pública

CNPq CAPES

periodicos REDENET


.:: OUTROS CANAIS

Plano de Capacitação dos Servidores - 1ª Etapa

Mulheres Mil

Comissão de Cooperação Internacional - CCI